Decreto sobre posse de armas deve afetar 169 milhões de brasileiros

Cruzamento de dados feito pelo GLOBO mostra que 3.179 cidades têm taxa de homicídios superior à linha de corte em estudo pelo governo Bolsonaro

Por Igor Mello e Marlen Couto

Publicado no Globo

governo federal deveflexibilizar a posse de armas de fogo para moradores de cidades consideradas violentas e em áreas rurais, além de servidores públicos que exerçam funções com poder de polícia e proprietários de estabelecimentos comerciais. O texto preliminar do decreto foi divulgado ontem em reportagem do SBT.

Dados do IBGE e do Ministério da Saúde cruzados pelo GLOBO mostram que pelo menos 169,6 milhões de pessoas — quatro em cada cinco brasileiros — podem ser diretamente afetadas caso seja confirmada no texto a possibilidade de acesso mais fácil a armas por moradores de cidades com taxas de homicídios superiores a dez mortes para cada 100 mil habitantes. Ao todo, 3.179 dos 5.570 municípios estão acima desta linha de corte.

Leia matéria completa