Site map

María Victoria Llorente é cientista política. Colombiana, tem mais de 25 anos de carreira dedicada a questões de paz e segurança, com ênfase específica em operações de paz e estabilização, políticas públicas para enfrentar o crime organizado, políticas de segurança cidadã e reforma policial.

Desde 2006, é diretora-executiva da Fundación Ideas para la Paz (FIP), o instituto de pesquisa independente mais relevante da Colômbia dedicado a questões de paz e segurança.

Antes de entrar para a Fundación Ideas para la Paz, trabalhou como pesquisadora-associada no Centro de Estudios sobre Desarrollo Económico (CEDE), da Universidade dos Andes, onde coordenou o grupo de estudos Paz Pública, que realizou diversos projetos de pesquisa sobre violência, segurança e justiça na Colômbia. María VIctoria também prestou consultoria ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC), a Força Policial Nacional colombiana e o Escritório do Prefeito de Bogotá em relação a diversos projetos ligados a políticas de segurança cidadã, prevenção de criminalidade juvenil e reforma policial. Foi apontada pelo governo colombiano para várias comissões de assessoria de alto nível ligadas a reforma policial, justiça criminal e reforma da política de drogas. De 1990 a 1994, trabalhou como assessora do Conselho Presidencial para Defesa e Segurança Nacional e para o Ministério de Defesa Nacional na elaboração de políticas de segurança cidadã e reforma policial na Colômbia.