Igarapé na mídia

Nos últimos meses, o Instituto Igarapé publicou extensivamente sobre a Amazônia no Financial Times, Foreign Policy, Agenda, Folha de S.Paulo e muitos outros veículos ao redor do mundo. O foco esteve principalmente na extensão do desmatamento e nas soluções para revertê-lo. No final de outubro, o diretor do Instituto Igarapé Robert Muggah foi entrevistado pelo BuzzFeed sobre o crescimento colossal da venda de armas na região amazônica. Robert Muggah foi co-autor de outros artigos sobre a  violência crescente contra defensores ambientais no Americas Quarterly (com Julia Lins Franciotti) e também sobre a proteção de dados no Brasil no Council of Foreign Relations (com Pedro Augusto P. Francisco).

A regulamentação responsável de armas de fogo é uma das principais prioridades do Instituto Igarapé. Durante esses últimos meses, Ilona Szabó estudou e criticou o Projeto de Lei 3.723/2019, que desmonta o sistema de controle de armas do país. Ilona publicou, com outros pesquisadores, um manifesto no Globo mostrando como uma flexibilização em relação ao porte de armas aumentará a violência. Em outro artigo, Ilona Szabó examinou como o aumento do crime e da violência também contribui para a recessão democrática. A diretora Melina Risso também publicou artigos na Folha de S.Paulo e O Globo examinando a obsessão do governo federal pela expansão do porte de armas no país. Por fim, a pesquisadora Michele dos Ramos também foi entrevista pelo Fantástico, no qual falou sobre o controle de crimes e a vulnerabilidade de crianças.

O Instituto Igarapé está trabalhando com vários parceiros, incluindo o Centro de Cooperação Internacional, para acelerar as ações voltadas à Agenda 2030, visando especialmente o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável número 16. Para este fim, Robert Muggah publicou um artigo de opinião no Fórum Econômico Mundial e no Le Monde Diplomatique em que traça estratégias para reduzir a violência em 50% até 2030. Uma versão do artigo também foi amplamente divulgada no blog do Banco Mundial em novembro. Robert Muggah também contribuiu para a popular série NOVA produzida pelo Public Broadcasting Service (PBS) sobre o paradoxo da violência, um documentário sobre a tese de Steven Pinker de que a violência está em declínio.

A resiliência urbana também é um dos principais focos do Instituto Igarapé. Em parceria com a Reuters, Robert Muggah contribuiu para uma extensa matéria sobre como cidades estão se prevenindo e reduzindo crimes. Robert Muggah também foi entrevistado pelo Washington Post em uma popular matéria sobre o crescimento de traficantes evangélicos e os desafios que eles causam para as comunidades minoritárias afro-brasileiras no Rio de Janeiro. Robert Muggah publicou artigos de opinião impactantes na Folha de S.Paulo e no Agenda (com Justin Kosslyn) sobre as ameaças que cidades enfrentam com o aquecimento global.

Confira nossos artigos de opinião