Sob controle: caminhos para política de drogas que funcionam

 

Julho, 2015

 

A próxima Sessão Especial da Assembléia Geral das Nações Unidas (UNGASS) sobre Drogas em 2016 oferece uma oportunidade inédita para rever e redirecionar políticas nacionais e o futuro do regime global de controle de drogas. À medida que diplomatas se reúnem para repensar as políticas de drogas internacionais e domésticas, devem considerar o mandato das Nações Unidas e garantir segurança, direitos humanos e desenvolvimento. Saúde é o eixo que une essas três aspirações. O regime global de controle de drogas das Nações Unidas tem a ‘saúde e o bem-estar da humanidade’ como seu maior objetivo. Mas evidências inegáveis apontam não somente para o fracasso desse regime em atingir seus objetivos, como para as terríveis consequências inesperadas de leis e políticas punitivas e proibicionistas.

VER PDF