Reviewing the Costs and Benefits of Mano Dura Versus Crime Prevention in the Americas

Existem sinais de crescimento de resistência contra abordagens repressivas de prevenção do crime – chamada mano dura – na América Latina e no Caribe. Diante da violência crescente e dos gastos altos em segurança pública, as alternativas à mano dura começaram a surgir no final da década de 1990. Prefeitos progressistas, líderes industriais, acadêmicos e grupos da sociedade civil iniciaram uma série de intervenções urbanas, construindo as chamadas estratégias de “segurança cidadã”. Este capítulo considera as consequências intencionais e não intencionais da mano dura na América Latina e as oportunidades para abordagens alternativas de prevenção e redução do crime. Ao se destacar os custos e benefícios da prevenção, as medidas de segurança cidadã na região são reforçadas.

Baixe o manual