New Technologies for Improving Old Public Security Challenges in Nairobi

 

Junho, 2014

 

A utilização de tecnologias digitais para a prevenção da violência em Nairóbi, capital do Quênia, encontra barreiras ligadas à falta de recursos e resistência à mudança por parte das instituições policiais e à pouca confiança que os moradores das comunidades mais violentas depositam na polícia e no governo. Entretanto, existem condições para uma evolução neste sentido num país em que mais da metade da população, formada majoritariamente por jovens, é usuária de dispositivos móveis e os próprios policias reconhecem as vantagens das modernas tecnologias no seu trabalho.
Essas são algumas das conclusões deste estudo, de autoria de Mads Frilander, Jamie Lundine, David Kutalek and Luchetu Likaka. A pesquisa apoiada pelo Instituto Igarapé foi desenvolvida em parceria com a Danish Demining Group (DDG) e a Spatial Collective no Quênia.

VER PDF