Garantindo a paz: O Brasil e o processo de paz com o ELN da Colômbia

Garantindo a paz: O Brasil e o processo de paz com o ELN da Colômbia

Garantindo a paz: O Brasil e o processo de paz com o ELN da Colômbia

Este texto analisa a atuação do Brasil como país garante nas negociações de paz entre o governo da Colômbia e o Ejército de Liberación Nacional (ELN), com base em entrevistas conduzidas no Brasil, na Colômbia e no Equador entre 2016 e 2017, assim como em análise de documentos e discursos oficiais.

Embora o processo de paz com o ELN apresente sérios desafios, para o Brasil desempenhar o papel de garante representa uma oportunidade não apenas para fortalecer a sua cooperação e a segurança no seu entorno, mas também para contribuir mais diretamente para a estabilidade na América do Sul através da resolução pacífica de conflitos.

O texto está estruturado da seguinte forma. A primeira parte oferece um pano de fundo analítico do conflito na Colômbia e resume as principais características e dinâmicas do ELN, diferenciando-o dos demais grupos armados ilegais no país, inclusive outras guerrilhas de inspiração marxista (as FARC e o M-19).

Em seguida, o texto analisa a relevância do Brasil como país garante nas negociações com o ELN. A terceira e última parte oferece algumas recomendações concretas para que o Brasil amplie e aprofunde suas contribuições para a consolidação da paz na Colômbia, fortalecendo também sua capacidade de atuação na prevenção e resolução de outros conflitos internacionais.

Leia o relatório na íntegra