Fundo apoiado por artistas socorre povos da floresta na pandemia

Publicado em Folha de S.Paulo

Com adesão de nomes como Sebastião Salgado e Fernando Meireles, União Amazônia Viva quer captar R$ 6 milhões para conter avanço da Covid-19 entre indígenas.

O avanço da Covid-19 entre povos da floresta levou um grupo de personalidades e voluntários a criar o Movimento União Amazônia Viva para captar R$ 6 milhões em caráter emergencial.

Recursos a serem destinados a ações no Alto Rio Negro (AM), no Baixo Amazonas (PA) e junto às comunidades do Vale do Javari (AM) e Yanomami (AM e RR).

Lançado oficialmente nesta sexta-feira( 3), o fundo filantrópico já captou R$ 1,2 milhão rateados entre quatro ONGs de referência na região amazônica: Expedicionários da Saúde, Federação das Organizações Indígenas do Rio Negro (FOIRN), Instituto Socioambiental (ISA) e Saúde & Alegria.

Leia mais