Democracia ou mais mortes

Ilona Szabo 02

Publicado em Folha de S.Paulo

Por Ilona Szabó

Chegou a hora de enfrentar a crise política que consome o Brasil. É muito grave que, em meio ao maior desafio da nossa geração —a pandemia da Covid-19— haja uma elevação da instabilidade política provocada pelo centro do poder. Em um momento tão crítico, todo esforço deveria estar em salvar vidas, amparar familiares das milhares de vítimas, assistir os grupos mais vulneráveis atingidos pela crise sanitária e econômica, e apoiar os profissionais que estão na linha de frente.

Mas, infelizmente, não contamos com um líder nacional. O atual presidente tem optado por negligenciar o interesse público e por inflamar cada vez mais sua base de apoio mais radical contra inimigos imaginários. Recentemente, o embate com prefeitos e governadores —que deveriam ser apoiados pelo presidente— e a demissão de um ministro da Saúde já anunciavam a dimensão da tragédia evitável que estava por vir. A saída de Sergio Moro levou ao ponto de inflexão.

Leia mais