Site map
Magazine-AE07q

Changes in the Neighborhood: Reviewing Citizen Security Cooperation in Latin America

Os países do Caribe e da América Latina vem experienciando grandes transformações nas suas estratégias de cooperação, afim de alcançar segurança e desenvolvimento. Por outro lado, a redução do apoio internacional prestado pela América do Norte e pela Europa Ocidental está mudando as prioridades domésticas e regionais. A assistência estrangeira, tradicionalmente voltada para mitigar ameaças transnacionais – como cartéis de droga nas regiões Andinas – está, cada vez mais, sendo redirecionada para a resolução de riscos regionais e domésticos em um pequeno grupo de países do Caribe e da América Central. Há um desejo crescente por parte das agências bilaterais, organizações multilaterais e governos nacionais e locais em adotar abordagens preventivas para os desafios de segurança regional. A ampliação de nossos conceitos sobre segurança estão forçando uma recalibragem nas estratégias de cooperação, incluindo maior ênfase nas formas de assistência triângulares, regionais e sul-sul. Os países caribenhos e latino-americanos começam a mapear novos rumos com “powerhouses” como Brasil, Colômbia e México exportando ativamente seus modelos de segurança cidadã pela vizinhança. Esse Artigo Estratégico representa a mais exaustiva análise de dados acerca das mudanças no cenário de cooperação internacional para segurança cidadã na região.

VER PDF