A impunidade nos crimes contra a vida

“O Brasil ainda está na vanguarda do atraso”, afirma Ilona Szabó

Publicado em Folha de S. Paulo

Por Ilona Szabó

Toda morte importa. De acordo com o Monitor da Violência, o país teve 30.864 mortes violentas de janeiro a setembro de 2019, uma queda de 22% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Apesar da diminuição, o número ainda é muito alto e se traduz em uma morte a cada 13 minutos.

A redução dos homicídios, no entanto, não se estendeu às mortes violentas cometidas por policiais.

Leia mais