Virando o jogo da segurança pública

É comum que políticos apoiem métodos prioritariamente repressivos e punitivos para combater a violência. Mas essa não é a melhor solução.

Para ajudar a disseminar soluções que funcionam, o Instituto Igarapé, em parceria com outras 9 organizações da sociedade civil, promoveu no último dia 27 o festival #ParaVirarOJogo no Circo Voador, no Rio, com atrações da cena musical nacional como Teresa Cristina, Matheus VK, Zé Renato,  Lan Lanh, Thaís Macedo, Maíra Freitas, Lucio Sanfilippo, Luthuli, Luiza Boê, Ana Costa, Natasha Falcão, além de bloco Mulheres Rodadas e Os clássicos do Passinho.

Antes da apresentação dos artistas, um debate reuniu especialistas para discutir os melhores rumos para a segurança pública. Participaram da conversa Ilona Szabó, diretora do Igarapé, a humorista e ativista Maria Paula, o pesquisador do Instituto Sou da Paz Felippe Angeli, o jornalista Edu Carvalho e o ex-chefe da Polícia Civil do Rio de Janeiro Fernando Veloso.

Artistas e palestrantes entoaram juntos a canção Para Virar o Jogo, de Pedro Holanda e Rodrigo Marchevsky, composta especialmente para a campanha, e chamaram o público a se unir na promoção de uma sociedade mais segura.

O festival é parte da campanha #ParaVirarOJogo, uma parceria entre Instituto Igarapé, Instituto Sou da Paz, Instituto Alana, Embaixada da Paz, Instituto Fidedigna, Iser, Luta pela Paz, Promundo, Redes de Maré e Visão Mundial.

Ouça a música tema e saiba mais