Violência contra a mulher na América Latina: risco e dados reais

Publicado em Folha de S. Paulo

Por Katherine Aguirre

A dimensão da violência contra as mulheres é impressionante: de 2000 a 2017, mais de 140 mil foram assassinadas no Brasil, Colômbia e México. Isso representa um aumento de 131% durante esse período. Nos três países, sabemos que o risco para as mulheres está em casa, que os agressores são conhecidos, que há uma forte presença do uso de violência física direta e que o começo desse ciclo, que geralmente acontece nos casos de violência psicológica, tem muitas vezes sua relevância negligenciada.

Leia mais