Uma estratégia para a governança da segurança cibernética no Brasil

O presente estudo explora a institucionalização da agenda de segurança cibernética no Brasil e busca identificar oportunidades para cooperação multissetorial. Para esse fim, analisa-se os principais momentos e processos que marcaram o desenvolvimento da atual arquitetura de segurança cibernética no país, destacando-se as tensões que surgiram com a introdução da agenda como prioridade associada à segurança nacional. A descrição do ecossistema de governança da segurança cibernética permitiu a identificação de oportunidades sólidas de cooperação entre os diferentes setores envolvidos com a agenda, tanto no campo técnico (criptografia e resposta a incidentes), quanto na elaboração de legislações, políticas e campanhas de conscientização.

 

Leia a Nota Estratégica