Ninguém pode ficar para trás

ilona szabo 03

Publicado em Folha de S.Paulo

Por Ilona Szabó

 

Muitos finalmente perceberam que a humanidade é uma só, e que somos interdependentes. Portanto, só sairemos dessa crise (e das próximas que virão) se entendermos que temos que colocar em prática o lema de não deixar ninguém para trás.

No Brasil, por exemplo, foi aprovado o auxílio emergencial para trabalhadores informais de baixa renda, importante, mas ainda insuficiente diante da duração e magnitude da crise. Além disso, multiplicam-se iniciativas da sociedade civil voltadas para atender necessidades imediatas de alimentação e higiene das populações mais vulneráveis.

Leia mais