Jungmann faz balanço de sua gestão no Conselho Firjan de Segurança Pública

Publicado na Firjan

A reunião do Conselho Firjan de Segurança Pública recebeu, na manhã de 31/10, o ministro Raul Jungmann, que comanda a área no governo federal. Ele fez um balanço positivo das ações desenvolvidas nos últimos oito meses, desde a criação da pasta. Segundo ele, pela primeira vez no país a União deu um direcionamento nacional para o setor, deixando, inclusive, recursos carimbados no orçamento.

O governador eleito do Rio, Wilson Witzel, participou brevemente da reunião, após a instalação de seu gabinete de transição na sede da Firjan, na mesma manhã. Witzel manifestou sua intenção de buscar convênios com os órgãos federais na área de segurança pública. Segundo ele, o objetivo será combater a lavagem de dinheiro e a entrada de drogas e armas no estado.

O presidente da Firjan, Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira, reconheceu o desafio dessa agenda, tendo em vista o impacto da segurança pública sobre a economia. “Essa agenda afeta a todos, o nosso viver e também o empreender e o trabalhar no Rio de Janeiro. Estamos vendo os resultados da intervenção e é preciso que essa política de Estado continue”, afirmou Eduardo Eugenio.

Sobre economia, Wilson Witzel afirmou que, em janeiro, pretende lançar editais de parceria público-privada (PPP) para atrair investimentos.

Leia matéria completa