Instituto Igarapé celebra dez anos de impactos e amplia frentes de atuação

 

Consolidação de novas áreas temáticas e apresentação de vídeo marcam a data

Fechando o ano em que completa uma década, o Instituto Igarapé amplia seu mandato para atuar nas áreas de segurança pública, climática e digital e em suas consequências para a democracia. Para celebrar os dez anos, o Instituto apresenta, nesta quinta-feira (15/12), vídeo em que resume seus principais impactos e novas frentes de atuação. Na peça, a organização faz um balanço de sua trajetória, traz dados sobre suas atividades desenvolvidas desde 2011 e aponta caminhos que já tem trilhado frente a novos desafios globais, como as relações entre crimes ambientais e mudanças climáticas, os crescentes desafios à cibersegurança, e as ameaças à democracia e ao chamado espaço cívico

Criado como um novo tipo de think and do tank, um centro de pesquisa e ação, para transportar inovações do Brasil para o mundo, o Instituto usa dados, pesquisas, novas tecnologias e estratégias de comunicação para construir políticas públicas mais responsáveis e eficientes. As evidências e análises produzidas foram incorporadas em programas de prefeitos, governadores, presidentes e organizações multilaterais. O Tratado Internacional Sobre Comércio de Armas (2013), o Plano Nacional de Ação sobre Mulheres, Paz e Segurança brasileiro (2017), o Plano Nacional de Segurança Pública e Defesa Social (2018), a  Estratégia Nacional de Segurança Cibernética (2020), além de diversas políticas relacionadas à redução de homicídios e às drogas em países latino-americanos, são alguns dos conjuntos de estratégias para os quais a organização deu subsídios importantes. 

Nessa década, entre lançamentos e contribuições, foram 300 publicações divulgadas. Quase 37 mil reportagens mencionaram o instituto e 2 mil artigos de opinião foram produzidos para jornais e revistas de todo o mundo. A equipe do Instituto participou de mais de mil eventos em cem países para apresentar nossas ideias para representantes da sociedade civil, poderes Legislativo, Executivo, Judiciário, setor privado, veículos de comunicação e especialistas. 

O Igarapé também construiu bases de dados fundamentais para o desenho, monitoramento e avaliação de políticas públicas. Ao todo, foram 28 ferramentas tecnológicas desenvolvidas. Esse número inclui aplicações usadas por governos para aumentar a eficiência e a transparência de suas ações e também aquelas usadas para ampliar o acesso de populações vulneráveis a serviços públicos. Por meio da parceria com lideranças cívicas cariocas e com o Instituto de Segurança Pública do Rio de Janeiro, doou e apoiou a implementação do ISPGeo, o sistema de análise criminal do Estado do Rio.

“Chegamos à nossa primeira década querendo falar com mais gente para estimular a defesa das estratégias que de fato funcionam para tornar o mundo mais seguro do ponto de vista humano, digital e climático”, avalia Ilona Szabó, co-fundadora e presidente do Instituto Igarapé. “No emaranhado de desafios que o Brasil e o mundo estão passando, vamos seguir com o compromisso de buscar as conexões de ideias e de ações no presente, para proteger o nosso futuro”, conclui. 

Para acessar a íntegra do vídeo: https://youtu.be/RDU01nnLGRw

Para entrevistas, favor contatar através do e-mail: press@igarape.org.br.

Sobre o Instituto Igarapé:

O Instituto Igarapé é um think and do tank independente focado nas áreas de segurança pública, climática e digital e suas consequências para a democracia. Seu objetivo é propor soluções e parcerias para desafios globais por meio de pesquisas, novas tecnologias,  comunicação e influência em políticas públicas e políticas corporativas que impactam o interesse público. Somos uma instituição sem fins lucrativos, independente e apartidária, com sede no Rio de Janeiro, e cuja atuação transcende fronteiras locais, nacionais e regionais. Premiada como a melhor ONG de Direitos Humanos no ano de 2018, o melhor think tank em política social pela Prospect Magazine em 2019 e considerada pelo Instituto Doar, por diversos anos, como uma das 100 melhores organizações brasileiras do terceiro setor. O Instituto trabalha com governos, setor privado e sociedade civil para desenhar soluções baseadas em dados para desafios complexos. (www.igarape.org.br)

O Instituto Igarapé utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com a nossa Política de Privacidade e nossos Termos de Uso e, ao continuar navegando, você concorda com essas condições.