Guerra às drogas perde nos EUA

Por Ilona Szabó e Carolina Taboada

Para O Globo

Nos últimos dias, os brasileiros passaram a acompanhar com atenção as eleições americanas. Para além da curiosidade, os rumos escolhidos pelo país influenciam políticas ao redor do mundo.

Enquanto Biden e Trump disputavam os últimos votos da corrida presidencial, uma revolução quase silenciosa se deu nas urnas. Em todos os estados em que reformas em políticas de drogas foram propostas, elas foram aprovadas pelo voto popular.

Arizona, Montana, Nova Jersey e Dakota do Sul votaram pela regulação do comércio e consumo da maconha para uso adulto — já são 15 os estados que o fizeram, além do Distrito de Columbia. No Mississipi e no Dakota do Sul, o uso da cannabis para fins medicinais foi regulamentado. Ao todo, 35 dos 50 estados americanos já preveem este tipo de tratamento.

Leia mais