Fuzil não é atalho para a democracia e para uma sociedade mais segura

Publicado em CBN

Por Michele dos Ramos

Michele dos Ramos, do Instituto Igarapé, comenta que falas de Bolsonaro incentivando o armamento da população podem acabar contribuindo para o agravamento da violência urbana e da violência doméstica. Para ela, é preciso que a sociedade rejeite proposta do presidente. ‘Fica difícil pensar que um fuzil na mão de cada cidadão possa ajudar’, afirma