Consequências da flexibilização das armas no Brasil

Foi ao ar no Observatório do Terceiro Setor e Rádio Brasil Atual

Com Michele dos Ramos

O número de registro de novas armas de fogo concedidos no Brasil aumentou em 205% no primeiro semestre deste ano em comparação com o ano passado, segundo dados da Polícia Federal.

O número de homicídios também está crescendo. De acordo com o Monitor da Violência, houve uma alta de 8% nos assassinatos em abril deste ano em comparação com o mesmo período do ano passado.

Para falar sobre as consequências da flexibilização das armas no Brasil, recebemos, no Brasil Cidadão desta terça-feira (01/09), Michele dos Ramos, assessora especial do Instituto Igarapé, e Isabel Figueiredo, consultora do Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Leia mais