Site map

Compilação Anual de Revisões das Operações de Paz

gporA publicação, que contou com colaborações da nossa pesquisadora Adriana Erthal Abdenur e do nosso diretor de pesquisa, Robert Muggah, abrange mais de uma centena de operações de paz multilaterais no ano anterior, incluindo missões enviadas pela ONU, UA, UE, CEDEAO, OSCE, OEA e coligações. Utiliza uma definição ampla de operações de paz que inclui missões militares e policiais multilaterais e ad hoc, bem como missões políticas lideradas por civis. Para além de missões de manutenção da paz mais diretas, a publicação, consciente da necessidade das operações de paz se adaptarem à natureza mutável dos conflitos, inclui igualmente operações de imposição da paz que empregam o recurso da força e combatem ativamente.

No âmbito das missões políticas, incluí missões multilaterais lideradas por civis que têm envolvimento político na forma de lançar e apoiar processos políticos no seu núcleo. Isto inclui, por exemplo, os Representantes Especiais da UE e os Gabinetes de Ligação da União Africana que apoiam a implementação de acordos de paz e acompanham processos políticos. Exclui missões como as de delegações da UE e outros gabinetes de ligação que podem participar em atividades políticas, mas que tem como função principal a presença regular diplomática ou de desenvolvimento. No mesmo raciocínio, exclui também as missões de observação eleitoral e de controle dos direitos humanos.

Ler PDF (em inglês)