Brasil deveria liberar a posse e o porte de armas? Especialistas explicam

Publicado no UOL

Com Ilona Szabó

A liberação da posse e do porte das armas é uma das principais bandeiras do presidente Jair Bolsonaro, que desde o início do seu mandato, em janeiro de 2019, publicou mais de 30 decretos e portarias sobre o tema. Os mais recentes saíram no mês passado, na véspera do carnaval, com uma série de mudanças que facilitam o acesso a armas de fogo no país.

Os decretos abriram uma discussão envolvendo o poder Legislativo, o STF (Supremo Tribunal Federal) e a sociedade. Além disso, o número de armas de fogo registradas no Brasil aumentou 65% nos últimos dois anos, o que significa que existem 1,1 milhão de unidades legais nas mãos de cidadãos. Mas será que o Brasil deve liberar as armas? “Esse é um assunto sobre o qual não dá para brincar, é tema de vida ou morte no país mais letal do planeta. O risco é gigantesco”, afirma Ilona Szabó, presidente do Instituto Igarapé.

Leia mais