Aviso de Pauta Segurança Cibernética nas Eleições

O Instituto Igarapé reúne hoje especialistas em segurança de sistemas, ativistas sociais e acadêmicos no Painel Segurança Cibernética e Eleições. A discussão vai girar em todo da dependência crescente de sistemas eletrônicos e sobre como a Internet podem influenciar em processos democráticos. Serão apresentados os resultados da pesquisa “Uma estratégia para a governança da segurança cibernética no Brasil”, do Instituto Igarapé.

Para credenciamento, favor enviar e-mail para renatarodrigues@igarape.org.br.

Serviço:

Local: auditório do IRI 2, PUC-Rio.

Data e horário: 04/10, às 16h

Programação:

Abertura: Por que se importar com a segurança cibernética? Principais desafios no Brasil e no mundo. (15min) Louise Marie Hurel (Instituto Igarapé) Luisa Cruz Lobato (PUC-Rio / Instituto Igarapé)

Painel: Os desafios de segurança cibernética nas eleições (1h15min) *15 minutos para cada exposição e 20 minutos para comentários e participação do público.

Moderadora: Louise Marie Hurel (Instituto Igarapé) Chiara de Teffé (UERJ) Pedro Rezende (UnB) Rodolfo Avelino (Insper/UFABC)

Participantes:

Chiara de Teffé: Doutoranda e Mestre em Direito Civil pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj). Professora substituta de Direito Civil na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Pesquisadora bolsista da pós-graduação stricto sensu da Uerj. Consultora do Instituto de Tecnologia e Sociedade do Rio (ITS Rio) e advogada. Integra os conselhos executivos da revista eletrônica Civilistica.com (Qualis A2) e da revista do Instituto Brasileiro de Estudos de Responsabilidade Civil (IBERC).

Pedro Rezende: Matemático e Professor no Departamento de Ciência da Computação da UnB, onde atualmente leciona. No vale do silício, trabalhou com controle de qualidade na Apple Computer e com as primeiras aplicações em hipertexto (hypercards). Publicou centenas de artigos, ensaios, entrevistas e depoimentos sobre a revolução digital, software livre, criptografia, criptomoedas, segurança na informática, evolução de programas maléficos, paradigmas computacionais e epistemologia da ciência. Coordenou o Programa de Extensão em Criptografia e Segurança Computacional da UnB com o primeiro curso de programação para Infraestrutura de Chaves Públicas (ICP) no Brasil. Consultor para criptografia e segurança na informática a empresas, órgãos públicos, legisladores, operadores do Direito e agências de fomento à pesquisa científica. Conselheiro do Instituto Brasileiro de Política e Direito na Informática, ex-conselheiro da Free Software Foundation Latin America, e ex-representante da sociedade civil no Comitê Gestor da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira. Portal www.cic.unb.br/~rezende/sd.php

Rodolfo Avelino: Professor do curso de Engenharia da Computação do Insper e Pós graduação da Faculdade Impacta; Experiência de 26 anos na área de TI liderando projetos de Segurança da Informação e infraestrutura; Diretor da empresa MakroTrust, das ONGs Coletivo Digital e Actantes, onde realiza cursos e eventos relacionados a privacidade e a proteção de dados em ambientes computacionais; Doutorando no Programa de Ciências Humanas e Sociais (PCHS) da Universidade Federal do ABC; Pesquisador do Laboratório de Tecnologias Livres (LABLivre) da UFABC e Mestre em TV Digital (Unesp).

Loiuse Marie Hurel e Luisa Lobato são pesquisadoras do Instituto Igarapé.