Artigo: Vidas não são moeda de troca

Por Ilona Szabó

Publicado no Globo

Quem ganha com o decreto 9.785, que foi assinado pelo presidente na última quarta-feira e expande o porte de armas? Posso garantir que não somos nós, cidadãos brasileiros. Já batizado de decreto da morte, a medida privilegia a indústria das armas e seu lobby, e ganham as milícias, as facções e a criminalidade armada, que se beneficiarão por meio de desvios e roubos de armamentos mais potentes. Em meio a tantas notícias ruins, posso dizer que essa é uma das mais graves.

Read more