Site map

Os deslocados

Enquanto os números sobre violência urbana e políticas de desenvolvimento brasileiras são bem conhecidos da comunidade acadêmica e da sociedade civil em genral, a escala e a dinâmica do deslocamento interno e transfronteiriço são praticamente desconhecidas. Há pouca literatura sobre migração no país, seja voluntária ou forçada. Sabe-se ainda menos sobre internamente deslocados. Para preencher esse vácuo na literatura, esse HASOW Discussion Paper introduz uma tipologia simples que conceitualiza esse fenômeno bo Brasil. Ele detecta uma gama de diferentes e interconectados gatilhos de deslocamento populacional, incluindo violencia, desenvolvimento e desastre. Identifica como característica subjacente ao deslocamento brasileiro os níveis relativos de vulnerabilidade. O Paper também considera respostas estatais e societais, além de oportunidades para avançar engajamento.

Ver PDF