MIGRAÇÃO FORÇADA
E REFÚGIO

O Instituto Igarapé trabalha com a análise dos fluxos e dinâmicas de migrações forçadas procurando promover o avanço de legislações e políticas públicas eficazes voltadas ao acolhimento e integração de deslocados internos, migrantes e refugiados, sobretudo na América Latina.

 

O projeto Migrações Forçadas e Refúgio combina três elementos:

  • Pesquisa de campo, inclusive em áreas de fronteira, e levantamentos bibliográficos;
  • Construção de bases de dados integradas e visualização de dados georreferenciados;
  • Sensibilização da opinião pública, inclusive através da articulação com outras organizações (instituições multilaterais; repartições públicas; organizações não-governamentais; empresas do setor privado; centros de pesquisa; universidades).

Ferramentas

imac-mock-vizu-obs-migracoes

Observatório de Migrações Forçadas é uma plataforma digital que possibilita a visualização georreferenciada e interativa da distribuição de deslocados internos e refugiados no Brasil ao longo do tempo. O objetivo é que a ferramenta sirva de instrumento de pesquisa e tomada de decisão para aprimorar a formulação de políticas públicas para migrantes, fortalecendo os direitos de pessoas atingidas pelo deslocamento forçado.

Acesse

OKA

Bússola de Políticas Públicas

O OKA é um aplicativo para celular para migrantes, refugiados, solicitantes de refúgio e deslocados internos. Reúne informações geolocalizada sobre serviços oferecidos por repartições públicas federais, além de serviços locais no Rio de Janeiro e Boa Vista.

 

O aplicativo traz ainda explicações sobre documentação necessária para acessar os serviços mapeados, classificados nas seguintes categorias: moradia, educação, saúde, assistência social, assistência jurídica, incluindo também contatos para que o usuário possa buscar assistência em situações de emergência.

 

O aplicativo será gratuito para Android e iOS e estará disponivel por meio da Google Play Store e da App Store.

Acesse
mock-oka

Earth Time

O trabalho do Igarapé nesta área enfatiza o papel das cidades como fontes de inovação em políticas públicas e faz uso de inovadoras plataformas tecnológicas, tal como o Earth Time, que incluem análise das causas e consequências de deslocamentos forçados ao longo do tempo.

Acesse

Publicações

Na Mídia

The Igarapé Institute uses cookies and other similar technologies to improve your experience, in accordance with our Privacy Policy and our Terms of Use, and by continuing to browse, you agree to these conditions.

Skip to content