Brasil e Haiti: reflexões sobre os 10 anos de missão de paz e o futuro da cooperação pós-2016

Em 2015, faz 5 anos que o Haiti foi devastado pelo maior terremoto de sua história. Para refletir sobre a tragédia e os 10 anos de Missão de paz no país, o Instituto Igarapé lança uma nova coleção de artigos inéditos, organizada por Eduarda Hamann e com contribuições do Embaixador Antonio Patriota, Robert Muggah e outros especialistas, predominantemente brasileiros, com vasta experiência no Haiti. A edição especial oferece uma perspectiva brasileira sobre as oportunidades e desafios que confrontam o Haiti do passado e do futuro.

Depois de sinais incipientes de progresso político e econômico, o Haiti sofreu o pior desastre natural de sua história em 12 de janeiro de 2010. Embora as estimativas variem, o terremoto matou mais de 150.000 pessoas e resultou no deslocamento de outras centenas de milhares. Vários brasileiros também perderam suas vidas de maneira trágica. A devastação poderia ter sido ainda pior se não fosse o apoio da ONU.

Para refletir sobre a tragédia e os 10 anos de Missão de paz no país, o Instituto Igarapé lança uma nova coleção de artigos inéditos. A coletânea “Brasil e Haiti: reflexões sobre os 10 anos de missão de paz e o futuro da cooperação pós-2016 ” inclui contribuições de especialistas predominantemente brasileiros com vasta experiência no Haiti. A edição especial oferece uma perspectiva brasileira sobre as oportunidades e desafios que confrontam o Haiti do passado e do futuro.

VIEW PDF