Proteção em primeiro lugar

 

Uma abordagem honesta sobre a questão do uso de drogas por adolescentes

No esforço para interromper a experimentação dos adolescentes, mensagens de prevenção costumam fingir que não há diferença entre uso e abuso.

Algumas usam essas palavras como se tivessem o mesmo significado ou usam uma definição que classifica qualquer uso ilegal de drogas como abuso.

Entenda a diferença entre uso e abuso:

SINAIS DE DEPENDENCIA

É importante que você esteja atento e ensine os adolescentes a reconhecer estes sinais de dependência:

  1. Forte desejo ou compulsão para consumir
  2. Incapacidade de controlar início, fim e quantidade consumida
  3. Sintomas de abstinência quando o consumo é interrompido
  4. Necessidade de doses mais altas para atingir o mesmo efeito
  5. Trocar antigos interesses pelo uso da droga
  6. Precisar de mais tempo para se livrar dos efeitos da droga
  7. Insistir no uso apesar de estar sendo prejudicado

Na ampla maioria das vezes, o uso de drogas por adolescentes (com exceção do fumo de cigarro) não leva a dependência nem a hábitos abusivos.

O QUE OS PAIS DEVEM FAZER?

PASSO 1: Ouça

Ouça o que os adolescentes têm a dizer sobre suas vidas e seus próprios sentimentos.

Isso vai te ajudar a agir de uma forma inteligente e ponderada. Um lugar útil para fazer isso é a mesa de jantar.

PASSO 2: Aprenda

Pais e professores precisam assumir a responsabilidade de se informar sobre os efeitos fisiológicos, psicológicos e sociológicos do álcool e de outras drogas. Isso envolve ler e fazer perguntas

PASSO 3: Aja

A honestidade é normalmente a melhor política no longo prazo.

Muitos adolescentes se colocam em risco por não terem confiança suficiente para pedir ajuda. Vença esta barreira e se coloque à disposição.

Para iniciar uma conversa sobre o tema, prefira uma abordagem “saiba disso antes” do que uma mensagem do estilo “diga não às drogas”.

Mantê-los em atividades fora do horário escolar também reduz a probabilidade de abuso de drogas.

PASSO 4: Ajude

Saiba o que fazer se você ou seu filho adolescente se virem diante de alguém tendo uma reação negativa a álcool, maconha ou outras drogas.

Em casos mais graves, saiba de cor e não hesite em telefonar imediatamente para o atendimento de emergência.

Quer saber mais?

Nós preparamos um manual com muito mais informações sobre o tema, feito junto com a Drug Policy Alliance.

Neste material, você vai encontrar:

  • Dez dicas de proteção para adolescentes
  • Entendendo o uso de drogas por adolescentes
  • Os problemas das atuais estratégias de prevenção
  • Pondo a proteção em primeiro lugar