Site map

Data Driven Cities: 20 Stories of Innovation

Fórum Econômico Mundial

Novembro, 2017

A 4ª Revolução Industrial está prestes a acontecer nas cidades ao redor do globo. Os bits tem se mesclado aos tijolos enquanto a internet penetra nossos espaços de convivência, tornando-se a Internet das Coisas. O resultado desses fatores irá impactar a maior parte das facetas de nossas vidas, trazendo questões urgentes. Quais dimensões das cidades serão as mais afetadas? Qual será o impacto na vida dos cidadãos? Como a política urbana deve mudar? E, mais importante, como as cidades podem se preparar para as descontinuidades e oportunidades porvir?

Este relatório feito pelo Global Future Council on Cities and Urbanization do Fórum Econômico Mundial mira tais questionamentos a partir de uma perspectiva em particular: os dados.  A convergência entre o mundo físico e o virtual tem produzido uma quantidade imensa de informação – para se ter noção, a quantidade de informação criada em 2016 se equipara à produzida em toda a história passada da humanidade. Como cidadãos, deixamos nossos rastros digitais em praticamente todos os lugares que frequentamos, voluntária e involuntariamente. Cada ligação, mensagem SMS, email, postagem em redes sociais, buscas online e compra via crédito é gravada e armazenada em nuvem. Quando referenciados à localização geográfica de cada usuário, os dados colhidos nessa escala oferecem meios de descrição – e resposta – à dinâmica das cidades em tempo real.

Os dados servem para melhorar a experiência em ambientes construídos – seja por entes públicos, grandes corporações, start-ups ou cidadãos em geral. Por meio de seu uso, entendemos melhor o mundo digital de forma a transformar o espaço físico. Assim, podemos desenvolver soluções para alguns dos desafios mais urgentes – da energia aos detritos, da água à mobilidade, do planejamento urbano à participação cidadã. Os casos apresentados neste relatório estão divididos em 5 temas: pessoas; governança; infraestrutura; economia e meio ambiente. Eles oferecem um lampejo sobre os impactos da 4ª Revolução Industrial nas cidades por meio da ótica dos dados – indiscutivelmente nosso fator urbano comum mais recente.

View PDF