Medidas de Bolsonaro para facilitar o acesso a armas e munições: defensores, críticos e o que está em jogo

Publicado em Gaúcha Zero Hora

Com Melina Risso

Defensor do armamento da população, o presidente Jair Bolsonaro vem alterando normas e reduzindo o controle de armas de fogo no Brasil. O tema ganhou novo destaque após ele ter afirmado, em reunião ministerial, que quer “todo mundo armado” e que “povo armado jamais será escravizado”.

As últimas mudanças promovidas pelo Palácio do Planalto nesse tema são aprovadas por apoiadores do governo, escolas de tiro, praticantes do esporte, caçadores, colecionadores e entidades pró-armas.

Ao mesmo tempo, têm preocupado especialistas, que temem o desmonte da fiscalização e uma escalada da violência.

Adotadas em abril, as modificações mais recentes incluem a elevação dos limites de compra de munição e a revogação de normativas do Exército que tornavam mais rigoroso o rastreamento desses produtos.

 

Leia mais