Categoria: Segurança Cidadã na mídia

O Brasil que dá certo
Artigo de Opinião

O Brasil que dá certo

As cidades são chave para a melhoria da segurança pública. Como podemos engajá-las nessa missão?

O Instituto Igarapé lançou hoje a Agenda Rio Seguro
Agenda Rio Seguro

O Instituto Igarapé lançou hoje a Agenda Rio Seguro

A Agenda Rio é um estudo elaborado por especialistas (entre eles policiais, promotores, acadêmicos e defensores públicos) e que traça propostas com o objetivo de reduzir os índices de violência do Rio de Janeiro. 

Na mídia

Donación de órganos, miedo visceral

En Argentina y México, las leyes han sido reformadas con miras a introducir el principio del “donante presunto” y ampliar la cantidad de órganos disponibles para trasplantes. Esa figura atiza viejos temores. Un análisis.

Segurança Cidadã na mídia

To end the global murder epidemic, give mayors more power

Latin America accounts for 8% of the world’s population, but 33% of its homicides. A history of military repression, drug wars and dictatorships have made the region the most violent on earth, but now, new methods of preventing violence are springing up there.

Amigos de Marcos Vinicius da Silva, 14, morto após levar um tiro em operação da polícia a favela da Maré, no Rio
Artigo de Opinião

Os fins não justificam os meios

Desde o início da intervenção no Rio, 444 civis foram mortos pela polícia. O Rio de Janeiro está em guerra? Para muitos a resposta é sim.

Multimídia

Genaro Lozano entrevista a Robert Muggah

En Foro Global, Genaro Lozano entrevista a Robert Muggah, colaborador de Americas Quarterly y cofundador y director de investigación del Think Tank Instituto Igarapé de Río de Janeiro.

Melina Risso comenta impacto econômico da violência no Brasil.
Multimídia

O impacto econômico da criminalidade no Brasil

Mônica Waldvogel recebe a conselheira do Instituto Igarapé Melina Risso para falar sobre relatório divulgado pela Secretaria-Geral da Presidência da República.

Artigo de Opinião

Medindo os custos econômicos da criminalidade no Brasil

13/06/2018 Por Robert Muggah e Ilona Szabó Publicado originalmente no O Globo A sociedade brasileira sofre com os crescentes índices de criminalidade. Embora represente apenas 3% da população mundial, o Brasil é responsável por 14% dos homicídios mundiais. O ônus econômico é estarrecedor, chegando a

Na mídia

Proteger as crianças é responsabilidade de todos, diz especialista

De 1980 a 2014, houve aumento de 476% nos homicídios de crianças e adolescentes no Brasil. Seis entre dez estados com maiores taxas de homicídios de meninos e meninas estão no Nordeste. Menos de 20% dos casos de crime contra a vida são solucionados e somente 5% chegam a condenação.

Na mídia

Instituto Betty e Jacob Lafer constitui primeiro programa de apoio financeiro à promoção de equidade no sistema de justiça

“Uma das nossas constatações é que se as ONGs forem apoiadas com recursos de agentes privados, podem contribuir com os órgãos públicos na melhor gestão da segurança pública ou na implementação de ferramentas tecnológicas e georreferenciadas. Um ótimo exemplo é a parceria entre o Instituto Igarapé e o Instituto de Segurança Pública no Rio de Janeiro”.

Cada jovem morto faz país perder R$ 550 mil
Na mídia

Cada jovem morto faz país perder R$ 550 mil

Estudo inédito calculou quanto a violência custou ao Brasil em 20 anos 11/06/2018 Por Flávia Faria Publicado originalmente na Folha de S.Paulo Para cada jovem de 13 a 25 anos que morre assassinado, o Brasil perde cerca de R$ 550 mil. Em 20 anos, o

Renata Giannini fala sobre o Atlas da Violência no Sem Censura
Multimídia

Renata Giannini fala sobre o Atlas da Violência no Sem Censura

07/06/2018 Originalmente veiculado na TV Brasil  O Sem Censura desta quinta-feira fala sobre racismo, taxa de homicídios, música e arte. Vera Barroso recebe Fernanda Canaud é pianista. Ela vai falar sobre o projeto de música clássica da Sala Municipal Baden Powell e de sua carreira de musicista e

PM é executado em assalto no RJ e mãe infarta ao reconhecer corpo de filho
Artigo de Opinião

Entrevista de Ilona Szabó ao Jornal Hoje

A violência no Rio de Janeiro provocou a morte de duas pessoas da mesma família nesta quinta-feira (7). A mãe teve um infarto quando viu o filho, que era policial militar, morto.

Conflict prevention is the surest path to peace
Artigo de Opinião

Conflict prevention is the surest path to peace

Today’s armed conflicts also make conflict prevention more challenging. This is because armed conflict and terrorism are transforming. Risks of conflict are converging

O Instituto Igarapé utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com a nossa Política de Privacidade e nossos Termos de Uso e, ao continuar navegando, você concorda com essas condições.

Pular para o conteúdo