Você já ouviu falar em “valorização policial”?

Quais iniciativas podem ser adotadas por instituições de segurança pública para estimular que policiais sejam capazes de proteger a sociedade e também a eles mesmos? “O reconhecimento como um estímulo a boas práticas: uma agenda de valorização policial”, levantamento inédito do Instituto Igarapé, em parceria com a República.Org, busca ampliar e qualificar essa discussão. A agenda apresenta os diferentes aspectos que precisam ser considerados em uma política de valorização policial, bem como estratégias concretas para que a agenda seja colocada em prática. 

O documento foi construído a partir de um mapeamento das iniciativas de valorização que estão sendo implementadas nas instituições de segurança pública do Brasil e de entrevistas com policiais, pesquisadores e gestores públicos que trabalham com essa temática. A agenda traz práticas promissoras que estão sendo desenvolvidas nos estados, em instituições de segurança pública como as Secretarias de Segurança, Polícia Militar e Polícia Civil. Indica também desafios para a implementação das práticas.

Mock-Mag-Igarape-valorização policial

Em parceria com República.org, levantamos práticas que estão sendo desenvolvidas em instituições de segurança pública de todo o país. O estudo é dividido em quatro partes. A primeira delas traz uma breve reflexão sobre o trabalho policial e suas diversas dimensões. A segunda apresenta os eixos e as principais estratégias de valorização policial. A terceira trata dos aspectos que gestores precisam estar atentos quando forem implementar as políticas, e a última lista as iniciativas promissoras que já estão sendo implementadas em diferentes estados do país, como forma de inspirar os gestores que querem fortalecer suas ações de valorização.

Leia a publicação

apoio:

O Fantástico destacou, em sua edição de 25/04/2021, a pesquisa do Instituto Igarapé com a República.org sobre a importância de critérios escolhidos para valorizar policiais em diferentes instituições de segurança pública de todo o país.

O documento foi construído a partir de um mapeamento das iniciativas de valorização que estão sendo implementadas nas instituições de segurança pública do Brasil e de entrevistas com policiais, pesquisadores e gestores públicos que trabalham com essa temática. A agenda traz práticas promissoras que estão sendo desenvolvidas nos estados, em instituições de segurança pública como as Secretarias de Segurança, Polícia Militar e Polícia Civil. Indica também desafios para a implementação das práticas.