Site map

Observatório de Paraty

Paraty é um dos municípios turísticos mais importantes do Rio de Janeiro, mas é também o que apresenta a 2ª maior taxa de homicídios do estado. Para reverter esse cenário, o Instituto Igarapé, em parceria com a Comunitas e a Prefeitura da cidade, realizaram um diagnóstico e a construção de uma agenda para a segurança no município, com o objetivo de prevenir e reduzir o crime e a violência na cidade.

A iniciativa inclui o desenvolvimento de um sistema de integração de dados, hoje em fase de protótipo.

ye
Sem-Título-4

O que é?

O Observatório de Paraty é uma plataforma que associa informações dos vários serviços de atendimento da Prefeitura, como educação, assistência e saúde, para localizar os indivíduos mais vulneráveis a se tornar vítimas ou perpetradores da violência. É o primeiro desse tipo no país.

O que ele faz?

Ao entrecruzar informações dos vários serviços municipais, a Prefeitura é capaz de chegar a quem realmente precisa. Esse mapeamento da população mais vulnerável por meio da tecnologia é um passo essencial para que o município possa cumprir seu papel-chave na agenda da segurança pública: a prevenção.

O sistema permite aos técnicos da Prefeitura o monitoramento de fatores de risco, como, por exemplo, a evasão escolar. Permite ainda a avaliação, em cada área da cidade, da eficácia das políticas adotadas e a necessidade de integração com políticas estaduais e federais.

Protagonismo municipal

A construção do Observatório foi baseada em uma agenda de segurança para Paraty  estruturada em três eixos:

  1. Liderança do município na prevenção da violência e mecanismos de melhor gestão;
  2. Criação de programas, projetos e ações de prevenção, focadas em públicos, comportamentos e locais de risco;
  3. Melhor convivência e nutrição de uma cultura da paz na cidade.

Na mídia